Ouvidoria |  Fale conosco |  Mapa do site |  English |  Español  
    » Destaques

Mulheres guerreiras
por Fernanda Pontual


​Nesse Dia Internacional das Mulheres, FURNAS apresenta três guerreiras.

Líderes que não se acomodaram diante da adversidade, reuniram sua comunidade e hoje estão à frente de projetos sociais apoiados pela empresa.

Mulheres empreendedoras, que estão fazendo a diferença e transformando a vida das pessoas, apesar de todas as dificuldades. FURNAS tem muito orgulho de fazer parte dessa história:

                                                                                   Fotos: Zuleide Pontes

Rosinete dos Santos.jpg

Maria Rosinete dos Santos
Quase seis anos após o fechamento do lixão de Jardim Gramacho, moradores do bairro, situado em Duque de Caxias, baixada fluminense, ainda convivem com resíduos para todos os lados. “Faltou interesse político para fazer a revitalização prometida. Nós continuamos sendo a lixeira do Rio de Janeiro e o que nos restou é só promessa, mas o povo de Jardim Gramacho não desistiu de lutar.”


A frase é de Maria Rosinete dos Santos, presidente da CooperJardim -  cooperativa de catadores de material reciclável, e atual responsável pelo grupo de trabalho (GT) Geração de Trabalho e Renda do Fórum Comunitário de Jardim Gramacho, criado em 2007 com apoio de FURNAS para representar o bairro e discutir soluções para a comunidade a partir do fechamento do aterro, em junho de 2012. “A gente quer participar das decisões. Não adianta discutir política nacional de resíduos sólidos sem chamar quem mais entende do assunto: o catador” lembra Rosinete.


O Fórum Comunitário de Jardim Gramacho está em sua 4º edição, a partir da criação de uma rede de atores sociais identificados (FURNAS, IBASE, Escolas Municipais, Pastoral da Criança, Cooperativas de Catadores dentre outros). O Fórum é uma instância onde as instituições, grupos e indivíduos atuantes e de referência no território se juntam para pensar e criar alternativas de desenvolvimento local. Com espírito cooperativo, esses atores têm papel de elaborar uma análise conjunta do contexto atual e propor diretrizes para a região. Sua característica maior é constituir um espaço participativo, aberto, democrático e emancipatório.
 
Segundo Rosinete, apesar da falta de políticas públicas que o encerramento do aterro deixou, Jardim Gramacho é um bairro de se orgulhar pela força das lideranças que lá existem. “A mudança não se dá só pelas mãos dos políticos, essa mudança acontece quando a sociedade civil organizada reconhece seu próprio poder. Nós somos pessoas de demandas e de realizações. O que os moradores querem é o que foi prometido: a tão sonhada revitalização do bairro, com moradia, saneamento básico, saúde, transporte e lazer para todos” completa ela.


 Teonila Santiago.jpg
 
Teonila Santiago
Nascida e criada na área rural da Chapada dos Guimarães, Teonila criou a Associação Comunitária das Mulheres de João Carro em 2009, para reunir costureiras e artesãs da comunidade de João Carro, vila localizada na área de influência do reservatório da Usina de Manso, na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso.

Por meio da associação são viabilizadas ações de geração de renda por meio de atividades de confecção de uniformes escolares, e processamento e comercialização de produtos alimentícios, integrando-os à Rede de Colaboração Solidária do estado do Mato Grosso. “O objetivo foi reunir pessoas para conseguir melhorias para a comunidade. É nosso objetivo até hoje”, completa Teonila.
 
O objetivo vem sendo atingido. Hoje a ACMJC tem oficinas de costura, serigrafia, despolpadeiras e uma padaria completa. Participa de editais e chamadas públicas para fornecer uniformes, pães, bolos e biscoitos para a merenda das escolas da região. São ao todo 30 mulheres se revezando nas máquinas de costura e na padaria industrial, construída e ampliada com a ajuda de editais sociais de FURNAS. “FURNAS foi a primeira a acreditar em nós” afirma Teonila.


Com seis filhos e sete netos, o caçula tem 34 anos, fez faculdade e é funcionário público, Teonila tem um sonho. “Meu sonho é ter um apoio, uma capacitação para minhas meninas costurarem com mais segurança. Eu não desisti, vou em busca disso, afinal, quem trabalha tem que estar sempre atrás de melhoria” lembra ela.

Ano passado, a Associação Comunitária das Mulheres de João Carro ficou entre os 17 pré-finalistas da quinta edição do Prêmio Consulado da Mulher 2017. O Prêmio é uma iniciativa do Instituto Consulado da Mulher e apóia o empreendedorismo feminino e a geração de renda, atendendo a critérios como trabalho em rede, protagonismo feminino, vulnerabilidade e sustentabilidade.
 

Carmelita Araujo.jpg
Carmelita de Souza Araújo
Carmelita de Souza Araújo é a presidente da Associação de Mulheres Vitoriosas de São Sebastião do Baixio, em Periquito, zona da mata de Minas Gerais. Hoje a associação tem vinte e cinco mulheres.

Da sua padaria e cozinha comunitária saem bolos, pães e doces que são comercializados em eventos locais. O carro chefe são os biscoitos de polvilho e a broa de milho. O leite e outros ingredientes são comprados dos produtores locais, movimentando toda a economia da região. Mas nem sempre foi assim.


“No começo era cada uma em sua casa reclamando da vida. Nossa região é muito carente. Há nove anos começamos a nos reunir no antigo posto de saúde para tentar fazer alguma atividade que nos gerasse renda. Só nos últimos três anos nosso projeto de panificação começou a acontecer” lembra Carmelita.


Mas nem tudo é doce na vida dessas mulheres. A associação ainda tem muita carência, principalmente na parte administrativa, o que dificulta na participação de editais e licitações. “Temos muita carência de informações, de como desenvolver um projeto, além da falta de apoio municipal, mas tudo isso só nos une e fortalece mais” afirma Carmelita.

Atualmente a associação se prepara para participar de uma Chamada Pública que será realizada pela Prefeitura Municipal de Periquito. Segundo Carmelita, o apoio de FURNAS foi fundamental para a estruturação da associação. “Furnas nos ajudou na aquisição do terreno, na construção da sede e na compra dos equipamentos da cozinha. Antes do apoio de Furnas não tinha nada, só a vontade de mudar” lembra ela.


Casada com três filhos, o mais velho de 21 está começando a estudar para ser médico veterinário, Carmelita é uma otimista. “Acredito que amanhã vai ser melhor que hoje. Que amanhã vamos conseguir corrigir os erros de hoje. Que vamos ter mais força para enfrentar as dificuldades que ainda virão. É nos valorizando que vamos conseguir ser valorizadas. O amanhã é todo dia, um passo de cada vez” conclui ela.





Publicado em: 08/03/2018


Explore o site Mostrar Ocultar  
A Empresa
» Quem somos
» Sistema Furnas
» Diretoria executiva
» Conselhos de administração e fiscal
» Estatuto social
» Estrutura organizacional
» Código de Ética e de Conduta
» Identidade visual
» Vídeo institucional
» Novos projetos
» Escritórios e contatos
» Estratégia

Sustentabilidade
» Sustentabilidade para Furnas
» Política de Sustentabilidade
» Adesões e compromissos
» Furnas e a ISO 26000
» Premiações
» Relatório de Sustentabilidade
» Setor Elétrico - Principais Áreas de Negócios
» Links
» Notícias
» Contato

Meio ambiente
» Políticas
» Água
» Biodiversidade
» Mudanças Climáticas
» Meio Físico
» Relacionamento com a Comunidade
» Patrimônio Sociocultural
» Planos de Gestão Ambiental

Sociedade
» Responsabilidade social
» Atuação Social
» Desenvolvimento Territorial
» Voluntários
» Programa social
» Pacto global
» Cultura
» Patrocínio de eventos
» Patrocínio Esportivo
» Comitê Pró-Equidade de Gênero
» Programas Especiais
» Espaço Furnas Cidadania
» Uso de Bordas de Reservatório
Publicações
» Relatório da administração
» Orientações sobre Linhas de Transmissão
» Relatório de sustentabilidade
» Contas públicas
» Governança TI
» Processos de contas anuais
» Relatório Anual de Atividades da Auditoria Interna - RAINT
» Demonstrações contábeis
» Informativo gerencial de mercado e economia
» Publicações Tecnológicas
» Execução contratual de publicidade
» Sistema Eletrobras
» Revista Furnas
» Revista Conexão FURNAS
» Revista Ouro da Casa
» Folder Institucional
» Furnas em Números


Recursos humanos
» Trabalhe conosco
» Convênio de saúde

Comercialização de serviços
» Área de atuação
» Atividades principais
» Inovação e suporte tecnológico
» Cursos

» P&D+I
» Fornecedores
» Acesso restrito
» Sites relacionados
» Ouvidoria
» Fale conosco
» Mapa do site
» English
» Español
Furnas - Empresa Eletrobras
Escritório Central: Rua Real Grandeza, 219 - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ - CEP 22281-900 - Tel.: 21 2528-3112
Todos os direitos reservados a Furnas © 2013