» Parque Gerador » Usina hidrelétrica Serra do Facão

Constituída como Sociedade de Propósito Específico (SPE), formada pela Furnas, Alcoa Alumínio S.A., DME Energética e Camargo Corrêa Energia S.A., a Serra do Facão Energia S.A. (Sefac) é a responsável pela implantação do Aproveitamento Hidrelétrico Serra do Facão, composto pela Usina Hidrelétrica Serra do Facão e linha de transmissão.

A participação da Furnas na composição acionária é de 49,47%, a Alcoa Alumínio S.A. responde por 34,97%, a DME Energética por 5,47% e a Camargo Corrêa Energia S.A. por 10,09%.
Localizada no Rio São Marcos, entre os municípios de Davinópolis e Catalão (GO), a Usina Hidrelétrica Serra do Facão tem uma potência instalada de 212,58MW, suficiente para suprir a demanda de energia de uma cidade com 1,2 milhão de habitantes. As obras foram iniciadas em fevereiro de 2007 e a usina inaugurada em outubro de 2010, dois meses antes do previsto. Durante a implantação do empreendimento foram gerados cerca de 1,6 mil empregos diretos e outros 3,2 mil indiretos.

O reservatório de Serra do Facão tem uma área de 218,84km² e cota máxima de inundação de 756km². Abrange parcialmente áreas de cinco municípios goianos (Catalão, com 72,8%; Campo Alegre de Goiás, com 22,4%; Cristalina, com 0,6%; Davinópolis, com 0,4% e Ipameri, com 0,1%); e um município de Minas Gerais (Paracatu com 3,7%).

Sistema de conexão associado

A Linha de Transmissão 138 kV Serra do Facão/Catalão interligará a subestação da usina à subestação de Catalão da Centrais Elétricas de Goiás (CELG), por meio de circuito duplo, com faixa de servidão de 26m de largura e 32,820km de extensão.

Obras de infraestrutura

Foram asfaltados 7 km da rodovia GO-301, e relocados de 12,766 km da GO-506, e da antiga Ponte dos Carapinas, que foi substituída por uma moderna ponte de 526 m, sendo a quarta maior em extensão do estado de Goiás.

Além disso, foram relocados e construídos 200km de estradas vicinais, 15 pontes de vãos entre 15 e 25 metros, oito galerias de concreto, além dos bueiros celulares para drenagem das estradas vicinais. Para a travessia do lago em Catalão e Campo Alegre, foi construído ancoradouros, e entregue duas balsas e rebocadores. Na fase de operação comercial da usina está projetado um retorno de R$ 4 milhões (base: jan/2010) para os dois primeiros anos e R$ 6 milhões por ano em Compensação Financeira por Uso de Recursos Hídricos (CFUR) para os estados e municípios da área do empreendimento.


DADOS TÉCNICOS:

BARRAGEM

Tipo: mista em concreto rolado e núcleo de argila
Altura máxima: 92 m
Volume de Concreto: 795.000 m³
Volume de argila: 1.330.000 m³

DADOS DO RESERVATÓRIO

Àrea inundada com NA Normal: 218,84 km²
Área inundada com NA Max.Maximorum: 232,37 Km²
Extensão: 60 km em linha reta
Perímetro: 1,357km
Volume do Reservatório: 5,199..000.000 m³ Max.
Profundidade média: 24 m
Vida útil: 100 anos

NÍVEIS E QUEDAS

Montante
N.A Max Maximorum: 756,98m
N.A Normal: 756,00m
Mínimo operacional: 732,50m

Jusante
N.A Max Maximorum: 680,6m
N.A Normal ( 2 unidades a plena carga sem vertimento): 675,81m
N.A Normal ( 1 unidade a plena carga): 675,13 m
N.A Operacional - ( 1 unidade a 50% carga com Paraíso): 675,03m
N.A Operacional ( 1 unidade a 50% de carga sem paraíso): 674,56m

ESTRUTURA DE CONCRETO

Tomada D'água: gravidade

COMPORTAS

Tipo: vagão
Quantidade: 2
Largura: 5.55m
?Altura: 6,80m
Fabricante - Metalúrgica Atlas

VERTEDOURO

De superfície com comportas
Descarga máxima: 2.684 m3/s
Comportas: tipo Segmento
Tipo: acionamento hidráulico
Quantidade : 2
Largura: 11,20m
Altura: 15,45m
Fabricante: Metalúrgica Atlas S.A

CASA DE FORÇA

Tipo - abrigada:
Comprimento: 68,00m
Largura: 36,00m

UNIDADES GERADORAS

Quantidade: 2
Potência nominal por unidade: 106,29MW

TURBINAS

Tipo: Francis
Diâmetro do rotor: 4.160,0mm
Rotação: 171,4rpm
Sentido de Rotação: Horário
Quantidade de pás do rotor: 13
Quantidade de pás do distribuidor: 24
Fabricantes: Voith

GERADORES

Frequência: 60Hz
Tensão nominal: 13.800V
Quantidade: 2

Capacidade total em operação:
Relação de transformação: 94,5 %
Fabricante: Siemens