Usina Luiz Carlos Barreto de Carvalho (Estreito) - 1.050 MW

Usina Luiz C. B. Carvalho (Estreito) - 1.050 MW
É uma das cinco usinas de FURNAS com potência superior a 1.000 MW. Em 1962, foi dada a FURNAS a incumbência de concluir os estudos de viabilidade da Usina de Estreito (antiga denominação). Sua construção foi iniciada em 1963, coincidindo com o início da operação comercial da Usina de Furnas. Sua primeira unidade foi colocada em operação em março de 1969, o que representou um marco significativo, devido à participação substancial de fabricantes e empreiteiros brasileiros e ao cumprimento rigoroso do cronograma inicial do empreendimento.

O reservatório de Luiz Carlos Barreto de Carvalho opera, normalmente, num nível quase constante, graças à regularização proporcionada pela Usina de Furnas, a montante. Na ocasião de sua conclusão, a Usina de Estreito se constituiu em um dos mais baixos custos por kW instalado no mundo, em virtude da característica de seu reservatório (fio d’água), o que propiciou gastos pequenos com as desapropriações.

Inaugurada em 1969, a Usina está localizada no município de Pedregulho, próximo à cidade de Franca, em São Paulo, e possui seis turbinas, totalizando 1.050 MW de capacidade total instalada, o suficiente para suprir a demanda de 20 cidades deste porte.


Dados técnicosUsina Luiz C. B. Carvalho (Estreito) - 1.050 MW


Barragem

  • Tipo: enrocamento com núcleo de argila
  • Altura máxima: 92 m
  • Desenvolvimento no coroamento: 535 m
  • Largura no coroamento: 15,8 m
  • Elevação no coroamento: 629 m
  • Volume total: 4.290.000 m³


Reservatório

  • Nível normal de operação: 622,5 m
  • Nível de máxima cheia (Nível máximo maximorum): 626,64 m
  • Nível de desapropriação: 626,3 m
  • Nível mínimo de operação: 618,50 m
  • Área inundada: 46,7 km²
  • Volume total: 1,418 bilhão m³
  • Volume útil: 0,178 bilhão m³


Tomada d'Água 

  • Comportas tipo vagão
  • Quantidade: 6
  • Altura d’água sobre a soleira: 19 m
  • Largura: 6,8 m
  • Altura: 10,8 m
  • Fabricantes: Riva Calzoni (Itália) e Coemsa (Brasil)


Vertedouro 

  • Descarga Máxima: 13.000 m³/s
  • Comportas tipo segmento
  • Quantidade: 6
  • Largura: 11,5 m
  • Altura: 16,5 m
  • Raio: 16 m
  • Fabricantes: ATB (Itália) e Badoni (Brasil)


Casa de força 

  • Tipo: coberta
  • Dimensão: 177 m x 24,2 m
  • Unidades geradoras: 6
  • Rotação: 112,5 RPM
  • Potência nominal: 175 MW


Turbinas

  • Tipo - Francis de eixo vertical
  • Diâmetro do rotor: 5,8 m
  • Fabricante: Consórcio Voith (Brasil e Alemanha)


Geradores

  • Frequência: 60 Hz
  • Tensão nos terminais: 13,8 Kv
  • Fabricante: ASEA (Brasil e Suécia)
  • Transformadores: 20 (operação mais reserva)
  • Tipo: monofásico
  • Capacidade total em operação: 1.199,88 MVA
  • Relação de transformação: 13,8 / 345 kV
  • Fabricantes: Jeumont Schneider (França), ACEC (Bélgica) e COEMSA