Peixe Angical completa 13 anos

Publicado em:
/ Crédito: Arquivo Furnas


Há 13 anos entrava em operação a primeira turbina da Usina Hidrelétrica Peixe Angical (TO), localizada no rio Tocantins, entre os municípios de Peixe, São Salvador do Tocantins e Paranã.

Gerar o máximo de energia com o menor impacto ambiental foi o compromisso assumido à época pela Sociedade de Propósito Específico Enerpeixe, formada pela Energias do Brasil, com 60% de participação, e FURNAS, com 40%. 

As obras começaram em 2002. Em julho de 2006, a segunda unidade geradora entrava em operação e, em setembro daquele mesmo ano, 16 dias antes do previsto, foi a vez da terceira turbina. As três totalizam 452 MW de potência instalada, capaz de gerar 2.374 GWh, energia suficiente para abastecer uma cidade com cerca de 4 milhões de habitantes.

O empreendimento passou por alguns desafios. Um dos mais emblemáticos foi a de construir a barragem de 6.148 metros de cumprimento e 39 metros de altura, em um local de temperaturas elevadas que poderiam prejudicar a qualidade do concreto. Para solucionar a questão, FURNAS desenvolveu estudos específicos que revelaram a necessidade de refrigeração com a utilização de água em estado sólido. Para tal, foi montada no canteiro de obras uma fábrica que produzia até 10 toneladas de gelo em escamas por hora, que eram adicionadas ao concreto.
 

Por: Magda Nunes Rocha