FURNAS recebe o ministro de Minas e Energia

Em sua primeira vista à empresa, Bento Albuquerque impressiona-se com os números da companhia

Publicado em:
Luiz Carlos Ciocchi, presidente de FURNAS, recebeu o ministro Bento Albuquerque na sede da empresa / Crédito:Arquivo FURNAS


O presidente de FURNAS, Luiz Carlos Ciocchi, recebeu nesta sexta-feira (10/01) a visita do ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque. Acompanhados por toda diretoria da empresa, eles conversaram sobre desafios, conquistas e metas da companhia para 2020. Estiveram presentes ao encontro também o chefe de gabinete do ministério, José Roberto Bueno Júnior e as assessoras Danielle Brito e Valéria de Jesus, superintendentes de FURNAS e o representante dos empregados no Conselho de Administração da Estatal, Felipe Souza Chaves.

O encontro foi iniciado com uma apresentação realizada por Ciocchi, na qual foram destacados a história da companhia e números que dão a dimensão da capacidade e força de FURNAS, como os quase R$ 40 bilhões em ativos de geração e transmissão de energia. O presidente discorreu também sobre as melhorias em eficiência operacional, disciplina financeira e compliance. Vídeos institucionais foram exibidos com informações que traduzem a robustez da empresa.

“FURNAS nasceu buscando o progresso do país. Tem no DNA a característica de inovação para fomentar o desenvolvimento nacional”, contou Ciocchi. "40% da energia do Brasil passa pelo sistema FURNAS. Este é um número fantástico que coroa o tamanho da nossa operação”, prosseguiu, acrescentando que "a história do setor elétrico precisa ter um capítulo sobre FURNAS".

Comercialização de energia - Após detalhar o tamanho do parque gerador e transmissor da companhia, o presidente compartilhou as conquistas da área de comercialização, que dobrou os negócios realizados, passando de R$ 3.3 bilhões, em 2018, para R$ 6.6 bilhões, no ano passado.

A estratégia da empresa para este ano prevê ainda maior ênfase na comercialização de energia ao consumidor final. E também a ampliação da sua carteira de clientes na prestação de serviços especializados, a partir da experiência com diferentes tecnologias dos setores elétrico e de infraestrutura.

Tema de extrema importância, a segurança de barragens de FURNAS também mereceu destaque. “Temos uma das melhores equipes para este trabalho, reconhecida no mercado”, comemorou Ciocchi. "O valor desta empresa, definitivamente, está em nossos colaboradores", garantiu.

O presidente destacou, ainda, que 2020 será marcado pelo início da operação de novos empreendimentos, como o Complexo Eólico de Fortim (CE), a Usina Solar de Anta (RJ) e o sistema de transmissão da SPE Mata de Santa Genebra (PR/SP). "Estamos nos preparando para que FURNAS tenha a eficiência e modernidade que o futuro demandará", declarou o presidente.

Excelência - O ministro Bento Albuquerque parabenizou a diretoria da empresa pela condução da companhia e relevantes conquistas. “Acredito que FURNAS pode ser uma das melhores empresas de energia do mundo”, declarou, lembrando da necessidade de empresas como Eletrobras e Petrobras ampliarem sua capacidade de investimento.

Segundo ele, o presidente da República acompanha paripasso o setor elétrico, para conhecer, entender e aprender. “Apesar dos desafios que nós temos, vou ter boas notícias a transmitir para ele. Isso nos estimula, nos dá força para seguir em frente. O que queremos é o melhor para o país: justiça tarifária, modernização do sistema elétrico, avanços no que a própria tecnologia nos dispõe, entregar o melhor trabalho e resultado", concluiu Albuquerque, garantindo que o MME é um parceiro sempre aberto ao diálogo.
 

Por: Leonardo Cunha