Pedro Brito participa de lançamento da segunda edição do livro Conversas entre Meninas e Engenheiras

A segunda edição tem patrocínio de FURNAS para impressão de mil livros

Publicado em:

O Presidente de FURNAS, Pedro Brito, participou nesta terça-feira (23/03) do lançamento da 2ª edição do livro “Conversas entre Meninas e Engenheiras: semeando oportunidades para igualdade de gênero na ciência”, uma parceria entre Universidade Federal de Goiás (UFG), FURNAS e Crea-GO. O livro pode ser acessado na página da Escola de Engenharia Civil da UFG https://www.eec.ufg.br/p/32079-nossas-publicacoes

A obra, destinada a adolescentes e jovens na faixa etária de 11 a 20 anos e professores da educação básica, tem como objetivo divulgar a ideia de que ‘meninas também fazem engenharia’, estimulando as jovens a seguirem carreira nas áreas de ciências exatas e tecnológicas. O livro procura dar visibilidade às ações de igualdade de gênero nas engenharias, sensibilizando a inserção de meninas nos cursos superiores da área tecnológica e o setor de construção civil.

“Assim que me apresentaram o projeto, eu fiz questão de participar. Sou pai de uma menina e acredito muito em um mundo melhor para ela. FURNAS tem muitas superintendentes mulheres e temos uma meta de alcançar até 30% de mulheres em nossos cargos de liderança até 2030. O engajamento das empresas, do mundo corporativo nessa agenda, é fundamental. Nossas portas estão abertas para que esse projeto ganhe espaço e ganhe o mundo. Essa agenda é a nossa agenda”, disse Pedro.

Também falaram no evento virtual o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil e a vice-reitora, Sandramara Chaves, o presidente do CREA/GO, Lamartine Moreira, Adriana Tonini, diretora do Programa de Pesquisa de Engenharia, Exatas e Ciências Sociais do CNPq e André Brasil, do Núcleo Centro Oeste da ABMES. “Estamos lutando por respeito às mulheres. Respeito às suas posições e suas escolhas”, resumiu Sandramara.

Marta Luz, engenheira do Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS e uma das organizadoras do livro, também falou. Ela, que é voluntária do projeto desde 2017, apresentou a segunda edição do livro e todas as pessoas que inspiraram e participaram da construção da obra, que contou com a participação de 17 estudantes bolsistas. “Não há limitação de gênero, a engenharia é acessível a todos que queiram trilhá-la”, finalizou ela.

FURNAS participa do projeto “Conversas entre Meninas e Engenheiras” desde 2014, estimulando a visita de alunas de 10 a 16 anos em instalações como o Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS, em Goiás. Em 2019, a empresa participou da primeira edição do livro, assinando em coautoria dois capítulos do material.

Esta segunda edição tem patrocínio de FURNAS para impressão de mil livros, o dobro do número de impressões da primeira edição. O lançamento da segunda edição foi programado para março em homenagem ao Mês Internacional da Mulher.

A publicação foi revisada para atualizar o debate sobre igualdade de gênero e engenharia, incluindo informações sobre “As mulheres e a COVID-19”, além de uma nova rodada de avaliação de revisores mirins, que indicaram curiosidades, frases e dúvidas. O material é resultado do projeto de Pesquisa-ação Conversas de Meninas e Engenheiras: semeando oportunidades para a igualdade de gênero nas ciências, financiado pelo CNPq por meio da chamada CNPq/MCTIC nº31/2018 Meninas das Ciências Exatas, Engenharias e Computação. 

Por: Fernanda Pontual