Concluída recomposição de torre da LT Foz do Iguaçu – Ibiúna em Capão Bonito (SP)

Os funcionários envolvidos na recomposição da linha de transmissão foram testados para Covid-19 antes da atuação em campo

Publicado em:
Crédito: Eduardo Maia


Uma equipe técnica de FURNAS composta por cerca de 100 profissionais dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná concluiu, na manhã de domingo (18 /7), a troca da torre nº 1372 que faz parte da Linha de Transmissão (LT) 600 kV CC Foz do Iguaçu-Ibiúna – bipolo 1. As linhas foram energizadas às 14h11 e estão à disposição do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) desde ontem à tarde. A recomposição da estrutura começou na última quarta-feira, 14/7, sem interrupção no fornecimento de energia para consumidores.

O trabalho foi realizado na região de Capão Bonito, interior do estado de São Paulo, após a empresa ter identificado a queda da torre na terça-feira, 13/7. “Imediatamente mobilizamos nossa equipe técnica que se deslocou ao local, oriunda de estados adjacentes, e conseguimos iniciar o trabalho em tempo hábil”, informou o superintendente de Produção Sudeste de FURNAS, Flávio Ávila.

Foram utilizados na operação três caminhões (Munk e baú), guindastes, escavadeira hidráulica e ambulância. Os técnicos que participam da manutenção fizeram exames de Covid-19 e seguem os protocolos de saúde e segurança determinados pela empresa. A empresa iniciou a recomposição da estrutura através do seu Plano de Atendimento a Emergências – PAE.

A linha afetada faz parte do Sistema de Transmissão em corrente contínua de Itaipu, com um total de 16 conversores (8 na subestação de Foz do Iguaçu e 8 na subestação de Ibiúna), todos disponíveis para programação pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

 

Por: Marcos Paulo