Paticipação em Seminário Internacional

Usina de Simplício é estudo de caso sobre segurança de barragem em congresso na Irlanda


O engenheiro Flávio Sohler, pós-doutor e especialista em análise de riscos de empreendimentos de engenharia do Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS em Aparecida de Goiânia, participou do 30º Congresso Europeu de Pesquisa Operacional, que aconteceu na Irlanda no final de junho.

Foi a trigésima edição do congresso que é considerado o mais importante do mundo na atualidade, apresentando inovações na busca pela otimização de modelos matemáticos e estatísticos para mitigar os riscos de colapso nas estruturas de barragens hidrelétricas.

O método brasileiro, que foi apresentado pelo engenheiro como estudo de caso, foi aplicado ao Sistema de Barragens da Usina de Simplício, construída e operada por FURNAS no rio Paraíba do Sul, entre RJ e MG.

“O tema central é pesquisa operacional, mas dentro deste tema existe uma variedade grande de subáreas, como sistema de suporte à decisão, análise de decisão, otimização global, discreta e combinatória, análise de negócios, previsão de séries temporais, tomada de decisão sob incerteza, entre outras” explica Sohler.

A modelagem de riscos de empreendimentos e projetos de engenharia é importante na minimização da subjetividade das entrevistas dos especialistas de determinada obra ou projeto de engenharia. Com isso, aplicando o FMECA (Análise do Modo de Falha, seu Efeito e Criticalidade), é possível obter a priorização dos riscos em relação à eventuais falhas e suas consequências nos diversos elementos estruturais de uma obra de engenharia.

“Essas análises fornecem suporte para que os gestores possam tomar decisões conhecendo melhor os riscos em todas as fases de um empreendimento. Iniciamos os estudos de análises de riscos de empreendimentos de engenharia em 2005 e começamos a aplicar na prática em Furnas a partir de 2010, com o desenvolvimento de diversos modelos estatísticos e projetos", comenta Sohler.”