Laboratório de Aerodinâmica

Laboratório de Aerodinâmica Aplicada de FURNAS, em Aparecida de Goiânia, promove estudo pioneiro para construção de torres eólicas

Uma iniciativa pioneira vem sendo desenvolvida no Laboratório de Aerodinâmica Aplicada de FURNAS, em Aparecida de Goiânia. Pela primeira vez no Brasil, a fundação de uma torre eólica é feita com a utilização da tecnologia batizada “expanders bodies”, desenvolvida pela empresa Dywidag-Systems International. Os testes estão sendo realizados com a instalação de aerogerador de 30 kW no topo de uma torre metálica com 40 metros de altura.

A solução é composta por elementos metálicos com capacidade de expansão a partir da injeção de calda de cimento ou argamassa. “Esta tecnologia possibilita que a fundação das torres eólicas seja feita de forma mais rápida e simples, sem a necessidade de equipamentos pesados. A técnica permite a execução de estacas com grande agilidade e pode ser aplicada também em obras de contenção de escavações. Outra aplicação, já explorada, é realizada na ancoragem e fundação de torres estaiadas”, explica Renato Cabral, gerente do Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS.

O estudo faz parte do projeto de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) “Metodologias e Infraestruturas Tecnológicas para Ampliação da Confiabilidade e Otimização de Empreendimentos de Energia", conduzido pelo Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS, em parceria com a empresa EMBRE Engenharia Geotécnica e a Universidade de Brasília.


Referência em tecnologia

O Laboratório de Aerodinâmica é parte do Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS, que já prestou serviços a mais de 30 obras distribuídas entre 19 países e em mais de 170 empreendimentos hidrelétricos no Brasil, do inventário até a operação. No espaço, a empresa vem se dedicando aos estudos voltados para a geração de energia eólica, desde a viabilidade, operação e otimização, até a manutenção, repotencialização e descomissionamento dos parques eólicos.

Desde a sua inauguração em dezembro de 2018, o Laboratório subsidia pesquisas que possam contribuir com informações estratégicas no âmbito técnico dos sistemas eólicos. Entre os objetivos está o aumento da capacidade de previsão da empresa quanto aos desempenhos principais dos sistemas a serem instalados, que, no caso dos empreendimentos eólicos, consiste na produção de energia e análise de comportamentos de pás, torres e fundações em longos prazos.

Após os estudos realizados, a expectativa é gerar novos negócios para companhia. Até 2022, FURNAS planeja investir R$ 5 bilhões para aumentar em 1.000 MW a participação da energia eólica em seu mix de fontes geradoras.


Centro Tecnológico de Engenharia Civil de FURNAS – Aparecida de Goiânia

Endereço: BR 153 - km 1.290 – Referência próximo a Fábrica da Mabel

Ver outros releases