Usina Baguari - 140 MW


A Usina Hidrelétrica Baguari situa-se no rio Doce, município de Governador Valadares, região Leste de Minas Gerais. Seu reservatório, de 16 km2, abrange os municípios de Governador Valadares, Alpercata, Fernandes Tourinho, Iapu, Periquito e Sobrália. A usina se conecta ao Sistema Interligado Nacional (SIN) por meio de uma linha de 3 km, em 230 kV, que secciona a LT Mesquita-Governador Valadares II (Cemig).


O empreendimento destaca-se por seu pioneirismo. Construída pelo Consórcio UHE Baguari, no qual a FURNAS detém 15% de participação, e inaugurada em outubro de 2009, a hidrelétrica consiste no primeiro empreendimento de energia elétrica do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) realizado por parceria público-privada. A usina também é a primeira do Sistema FURNAS a utilizar turbinas do tipo bulbo, que geram energia com baixas quedas, reduzindo a área alagada pelo reservatório. A mesma tecnologia está sendo empregada na Usina de Santo Antônio, no rio Madeira (RO).

Como compensação ambiental, Baguari possibilitou a criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de 34 hectares, 170 hectares de corredores ecológicos e um Sistema de Transposição de Peixes ("escada para peixes") que permite que as espécies nativas do rio Doce mantenham seus hábitos reprodutivos.


Dados técnicosUsina Baguari - 140 MW


Barragem

  • Tipo: enrocamento com núcleo
  • Altura máxima: 90 m
  • Volume de concreto: 310 mil m³


Reservatório

  • Área inundada: 16,06 km²
  • Volume total: 3.700 m³


Comportas

  • Tipo: comportas seguimento (principal) e comporta ensecadeira (manutenção)
  • Quantidade: 6


Unidades geradoras

  • Quantidade: 4
  • Potência nominal: 39,04 MVA


Turbinas

  • Tipo: Bulbo
  • Fabricante: Voith Siemens
  • Potência nominal: 35,9 MW