Usina de Santo Antônio - 3.568 MW


Usina de Santo Antônio - 3.568 MW

A Usina Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, com sede no Município de Porto Velho (RO), tem potência instalada mínima de 3.568,8 MW e 2.424,2 MW médios de energia assegurada e é composta por 50 turbinas do tipo Bulbo.

Considerada a quarta maior hidrelétrica do Brasil, o empreendimento foi desenvolvido pela Sociedade de Propósito Específico (SPE) Santo Antônio Energia S.A.(SAESA), que tem como controladora a SPE Madeira Energia S.A. (MESA) e tem como acionistas as empresas FURNAS Centrais Elétricas S.A. (39%).

Odebrecht Energia do Brasil S.A. (18,6%); SAAG Investimentos S.A. (12,4%); Cemig Geração e Transmissão S.A. (10%); e Caixa Fundo de Investimentos em Participações Amazônia Energia (20%). A construção da UHE Santo Antônio teve início em setembro de 2008 e, iniciou sua operação comercial em março de 2012. Em 03 de janeiro de 2017, a usina foi concluída, entrando em operação plena com a capacidade para fornecer energia elétrica suficiente para abastecer cerca de 45 milhões de habitantes.

Além de abastecer o sudeste e as demais regiões do país com 44 turbinas, seis turbinas têm sua geração dedicada exclusivamente para Rondônia e Acre, contribuindo para a segurança e estabilidade do sistema elétrico regional.

O empreendimento foi conduzido com respeito à legislação ambiental e aos Princípios do Equador. Destaca-se a utilização de turbinas tipo "bulbo" que, junto com o conceito de reservatório a fio d’água, reduz significativamente a área do reservatório, tornando a UHE Santo Antônio um exemplo de ótima relação entre área alagada e geração de energia.


Sistema de conexão associado

A Hidrelétrica Santo Antônio está conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) por duas linhas de transmissão em alta tensão (600 kV) e corrente contínua.

E outra linha de 230 kV, construída para atender ao consumo exclusivo dos Estados de Rondônia e Acre. Com extensão de 2.375 km – a mais longa do mundo – essas linhas ligarão a subestação
conversora construída na cidade de Porto Velho (RO), à subestação de Araraquara, no estado de São Paulo, após atravessar cinco estados e 90 municípios.

A produção da Hidrelétrica Santo Antônio é colocada no Sistema Interligado Nacional (SIN) pela subestação de Araraquara e distribuída aos consumidores de todas as regiões do país.
Este sistema de transmissão permite a conexão total do estado de Rondônia ao SIN, também realizada parcialmente pelo sistema Acre-Rondônia.

Essa conexão aumenta a qualidade e confiabilidade da energia elétrica recebida e permite a desativação das térmicas instaladas na região.


Dados técnicosUsina de Santo Antônio - 3.568 MW


Barragem

  • Tipo: concreto compactado a rolo e terra/mista
  • Altura máxima: 44,5 m
  • Tomada d'água: gravidade


Barragem de gravidade da margem esquerda

  • Tipo de estrutura / material: CCR
  • Extensão total das cristas: 130 m
  • Altura máxima: 34 m
  • Cotas das cristas: 76 m
  • Concreto convencional: 4.300 m³
  • Concreto compactado a rolo: CCR 81.900 m³


Barragem de gravidade da margem direita

  • Tipo de estrutura / material: CCR
  • Extensão total da crista: 425 m
  • Altura máxima: 44,5 m
  • Cota da crista: 76 m
  • Concreto convencional: 3.800 m³
  • Concreto compactado a rolo CCR: 71.100 m³


Aterro de fechamento da margem esquerda

  • Tipo de estrutura / material barragem de terra/mista
  • Extensão total da crista: 85 m
  • Altura máxima: 28,5 m
  • Cota da crista: 76 m
  • Solo compactado: 431.300 m³
  • Transições e filtros (t1 e t3): 9.100 m³
  • Concreto projetado: 500 m³
  • Enrocamento compactado: 3.100.000 m³
  • Volume total: 3.540.400 m³


Muros de concreto – Muros divisores canal de adução (entre CF-20 e 21 e CF-9 e VT),

  • Tipo de estrutura / material: CCR
  • Extensão total da crista: 301 m
  • Altura máxima: 49,5 m
  • Cota da crista: 73,5 m
  • Concreto convencional/regularização: 5.580 m³
  • Concreto compactado a rolo CCR: 6.140 m³


Muro lateral direito do vertedouro principal

  • Tipo de estrutura/material: CCR
  • Extensão das cristas: montante 283 m e jusante 78m
  • Altura máxima: 34 m
  • Cota das cristas: montante 73,50 m e jusante 65,8 m
  • Concreto convencional 4 mil m³
  • Concreto compactado a rolo CCR: 36.100 m³


Muro lateral direito do vertedouro complementar (jusante)

  • Tipo estrutura/material: concreto massa
  • Extensão total da crista: 81 m
  • Altura máxima: 10 m
  • Cota da crista: 58,5 m
  • Concreto massa: 3.650 m³


Muros de aproximação (tomadas d'água 1, 9, 20, 21, 32, 33 e 44)

  • Tipo de estrutura / material CCR
  • Extensão total das cristas: 504 m
  • Altura máxima: 49,5 m
  • Cotas das cristas: 73.50 m
  • Concreto convencional: 8.900 m³
  • Concreto compactado a rolo CCR: 34.950 m³


Muro lateral esquerdo do vertedouro complementar (montante)

  • Tipo de estrutura / material: rocha/concreto regularização
  • Extensão total da crista: 14,5 m
  • Altura máxima: 34 m
  • Cota da crista: 73,50 m
  • Concreto convencional/regularização: 1.900 m³


Tomada d'água

  • Tipo: acoplada à casa de força
  • Extensão total: 935 m
  • Número de vãos: 44
  • Escavação em rocha: 70 mil m
  • Concreto: 390.700 m³


Dados do reservatório

  • Área do reservatório: 546 km²
  • Nível máximo normal: 71,3 m
  • Nível mínimo normal: 70,5 m
  • Vida útil do reservatório > 100 anos
  • Perímetro 1.071 km
  • Profundidade média do reservatório: 11,50 m
  • Profundidade máxima do reservatório: 27,50m
  • Tempo de enchimento do reservatório: 7,5 dias
  • Volume no NA Normal: 2,888x106 m³
  • Área inundada no NA máx. normal: 350,03 km²
  • Área inundada NA máx. maximorum: 518.82 km²


Comportas

  • Tipo: ensecadeira
  • Acionamento: pórtico rolante
  • Largura: 7,26 m
  • Altura: 18,38 m


Canal de adução

  • Largura junto à estrutura: 935 m
  • Escavação comum: 7.891.500 m³
  • Escavação em rocha: 2.589.115 m³


Vertedouro

  • Tipo: soleira baixa tipo creager vazão de projeto (tr=10000 anos) 84.000 m³/s
  • Cota da soleira: 47,5 m
  • Número de vãos: 18
  • Largura do vão: 20 m
  • Extensão total: 440 m
  • Escavação comum: 452 mil m³
  • Escavação em rocha: 782.640 m³


Canal de aproximação

  • Largura junto à estrutura: 440 m
  • Escavação comum: 1.207.500 m³
  • Escavação em rocha a céu aberto: 3.517.450 m³

Canal de restituição

  • Largura junto à estrutura: 440 m
  • Escavação comum: 7.778.240 m³
  • Escavação em rocha: 4.792.150 m³


Linha de Transmissão

  • Número de unidades: 50
  • Largura dos blocos: 42,5 m
  • Altura dos blocos: 52 m
  • Comprimento dos blocos: 64 m
  • Extensão total: 1.179,0 m
  • Escavação comum: 2.350 m³
  • Escavação em rocha: 352.508 m³
  • Concreto convencional: 1.145.252 m³
  • Concreto massa: 49.500 m³
  • Concreto compactado a rolo (CCR) 446 mil m³


Comportas

  • Tipo: vagão
  • Acionamento: cilindro hidráulico
  • Largura: 15,43 m
  • Altura: 14,28m


Canal de fuga

  • Largura junto à estrutura: 1.019 m
  • Extensão total: 2.149 m
  • Escavação comum: 13.280.700 m³
  • Escavação em solo mole: 4.440.000 m³
  • Escavação em rocha: 5.709.226 m³
  • Aterro compactado: 431.300 m³
  • Aterro de enrocamanto compactado: 3.100.000 m³


Unidades geradoras

  • Quantidade: 50
  • Potência nominal por unidade: 50 turbinas bulbo, sendo 26 x 69,59 MW e 24 x 73,29 MW


Turbinas

  • Tipo: bulbo com rotor kaplan


Geradores

  • Frequência: 60 Hz
  • Tensão nominal: 13.800 V
  • Capacidade total em operação: 3.568 KW
  • Fator de Potência: 0,9
  • Rendimento Máximo: 98,19%
  • Fabricante: Siemens